A Defesa Profissional se dá em três frentes:

 

Responsabilidade Civil

Atuação no âmbito cível e consumerista, nas demandas judiciais normalmente chamadas de “erro médico”.

Administrativo

Defesa nos  Conselhos de Classe (como o Conselho Regional de Medicina e o Conselho Regional de Odontologia) – órgãos que regulamentam e fiscalizam as profissões -, desde a sindicância ao final do processo ético profissional.

Direito Penal Médico

Representando o cliente desde diligências em delegacias, acompanhamento de Inquérito policial até o final do processo penal. A defesa leva em consideração as individualidades e características do profissional que atua na área da saúde, baseando a estratégia na melhor literatura médica e doutrina jurídica.